sexta-feira, 28 de setembro de 2007

A Mulher BR

Numa partida de futebol há 11 jogadores de cada lado. Próximo à linha lateral fica o técnico da equipe e o banco de reservas. Nesse banco ficam os jogadores que volta e meia entram durante o jogo para substituir um titular que se machucou, que levou um cartão amarelo ou que, simplesmente, não está atuando bem. Pois bem, mas vocês devem estar se perguntando: mas o que isso tem a ver com Elas?! Calma, nos explicaremos!

É que hoje decidimos contar UMA história da famosa “Mulher BR”, ou seja, a “Mulher Banco de Reserva”.

A mulher BR é aquela que entra em ação quando uma titular sem condições de jogo, quando o cenário não é dos melhores etc. Enfim, a convocação, geralmente, surge por telefone e é precedida pela seguinte frase:

“E aí, tá fazendo o quê?”.

Por favor, meninas-pudicas-que-acham-que-toda-crítica-é-machismo, não taquem pedra antes da hora. Esse é apenas UM dos milhares tipos de mocinhas que estão por aí.

Prosseguindo... nosso camisa 11 há anos acionava a mesma mulher BR. Quando ficava sozinho em casa, lá ia ele ligar para a Mulher BR. Por vezes, quando voltava da noitada e passava perto da casa dela, ele dava aquela interfonada convocando para uma partidinha na escada do prédio. Perderam a conta de quantas aventuras já tinham protagonizado.

Um belo dia a consciência do nosso artilheiro o chamou para uma conversa:

- Pô, rapaz. Você só liga pra menina quando quer transar. Que tipo de homem você se tornou, hein? Ela tem sentimentos, diz que gosta de você e você fica aí, só usando a mocinha!

A consciência, em certo momento, pareceu ter encarnado o Capitão Nascimento, de Tropa de Elite, e foi disparando em tom feroz:

- Tira essa cor, porque você não é o pica das galáxias. Você é moleque!

Nosso atacante parou para pensar. Reviu conceitos, lembrou dos momentos felizes ao lado da “BR” e, finalmente, decidiu procurá-la. O nosso personagem não queria a fama de canalha, calhorda ou coisa que o valha. Não que pensasse em colocá-la no time titular, mas queria mostrar para a mocinha que era um bom rapaz!

Um belo dia, determinado a levá-la para jantar, tomar um chope ou ir ao cinema, o Camisa 11 ligou para a Mulher BR.

- Oi, tudo bem? Como você tá?!
- Oi, que surpresa. To bem!, respondeu, entusiasmada.
- O que você acha de sairmos hoje para tomar um chope, ver um filme?, convidou o nosso craque, na tentativa de se redimir com sua consciência e mostrar para a menina que ele também tinha sentimentos, que se importava com ela.

É, prezados leitores, mas foi nesse exato momento que ela disparou a pérola:
- Hoje? Pô, to naqueles dias...

***

Se vocês repararem bem ele NÃO fez a proposta “vamos transar?” e nem proferiu a sentença “por favor, venha de saia!”. Ele, simplesmente, a convidou para um programinha a dois. Mas a Mulher BR não consegue acompanhar esse raciocínio e talvez nem tenha prestado atenção: ela só queria “aquilo” e ponto final!

Ok, ok, nosso atacante entendeu o recado. Por ele tudo bem! Ele queria um jantarzinho, ela não. E, como vocês sabem mesmo, a Culpa É Delas! Pronto!

O que se sabe é que depois desses acontecimentos, a consciência do nosso craque ficou um tempo sem importuná-lo! Ainda mais depois que nosso amigo decidiu dar o troco e encarnou o famoso Capitão Nascimento:

- Pede pra sair, pede pra sair!

6 comentários:

vanessa disse...

hahahahaaaa

sem comentariosssssssssssss

Fê disse...

Ótemo!!!!

Caótica disse...

Será que ela só queria aquilo ou, já sabendo que é só pra isso que você liga mesmo, já adiantou?

amanda disse...

heheuehaeuhaa
Sei lá, entende. Homens são muito previsíveis e dá nisso rsrs

Anônimo disse...

Infelizmente algumas mulheres parecem ter sina para Mulher BR. Sendo assim ela se acontumou tanto com o cargo que não consegue imaginar que o tal "canalha, aproveitador de mulheres com alta-estima alterada" ia querer só um passeio normal.
Tenho uma amiga assim e ela só entra em furada. É uma pena.

Anônimo disse...

Conciência???
Isso ta cheirando a carência...
e daí que a BR não queria vestir a camisa? Todo direito ela tem! E o cara que vá procurar outra pra ficar namorandinho ué!