segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Amarelinha nelas!!!

Mal começamos a debater a Política Social – explicada no último post - que estamos ajudando a difundir e uma matéria da Revista Isto É! nos chamou a atenção, surpreendendo-nos de forma... digamos... arrebatadora. Quem acessar o link: http://www.terra.com.br/istoe/ e procurar pela matéria “Mulheres no Ataque”, na editoria Comportamento, talvez perceba que é hora de intensificar a expansão dos trabalhos.

Artilheiros, o mundo precisa de vocês!

Quem puder ler a matéria, publicada na semana do dia 19 de dezembro, verá que algumas mocinhas estão calçando as chuteiras, como uma produtora carioca de 27 anos que foi ouvida pela repórter da revista. Na entrevista, ela dispara: “Primeiro, eu bebo um pouco. Depois, se estou numa fila de banheiro de um bar, puxo conversa. Eu já chego chegando, falando de pertinho que é para beijar logo”, diz ela.

Outra moça que concedeu entrevista à Isto É!, uma paulista de 29 anos, afirmou que não é de esperar pela iniciativa masculina. “Eu estava num show, olhei para o percussionista da banda e falei: Quero esse homem agora!”.

Na referida matéria, uma psicanalista doutora pela PUC e autora de um livro sobre ética do desejo, dá sua contribuição ao interpretar o fenômeno. Para ela tudo isso (o ataque do mulherio) faz parte de um processo de elaboração da identidade feminina que não pode ser visto como reação das mulheres ao poder masculino tradicional.

Não pode ser visto como o quê???? Faz parte de quê?? Nada disso... A Culpa É Delas diagnostica essa situação de forma baste fria e mais simples: elas estão sentindo na pele os problemas causados pelo fato de existir no mundo sete mulheres para cada um homem! E por conta disso, estão correndo atrás.

A turma do Blog aprova a idéia! Nada contra! As mulheres têm os mesmos direitos não é mesmo?!. E se continuarem a atuar dessa forma, já já vão ganhar uma vaga na seleção... Vai ser que nem o jogo das estrelas: com Marta e Obina no mesmo time! Amarelinha nelas!!!

***
Contudo, nobres leitores, vale salientar que estamos expandindo o número de atendimentos dentro do nosso pacote de boas intenções. E que, apesar de não reprovarmos a atitude das mocinhas que vão ao ataque, alertamos que a ânsia da mulherada pode causar problemas para quem está aguardando a vez e está prestes a ser alcançada pela tal da política social. Se der merda, vocês já sabem de quem será a culpa...

6 comentários:

Senhoritas XXX disse...

Na história da humanidade sempre existiu cerca de 1 a 2% da população feminina a mais. Questão de garantir a sobrevivência da espécie.
Só que o jogo está ficando cada vez mais desigual e sobrando mulher deste jeito porque nunca vi tamanha quantidade de viados no páreo.

Deia disse...

Ainda bem que os artilheiros jogam primeiro tempo, segundo tempo, esticam na prorrogação e disputam pênaltis... e às vezes até batem uma bolinha atrás do gol...

bjo, meninos!

CP disse...

É isso aí! Mas no caso da moça ser uma FANFARRONA (como em um post anterior), é bom levar a página da revista pro barzinho..r.srsrsrs

Anônimo disse...

uauuuuuuuuuu
"A culpa é delas" tem até fila na porta!!
A próxima!!
kkkkk

Estava Perdida no Mar disse...

Quero ir morar na China!

Ah...7? Da última vez que ouvi eram 17 para cada um.

A situação está periclitante.

Beijos meninos

Anônimo disse...

Né déficit de macho não minha gente, é que esses homens andam muuuuito bananas...