quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

E salve a Política Social...

Prezados leitores, o assunto de hoje é sério e exige a compreensão de todos. Estatísticas dos mais importantes institutos de pesquisa do planeta mostram que há sete mulheres para cada homem no mundo. No Brasil, essa diferença diminui um pouco, mas ainda é preocupante: para cada homem há três mulheres.

Não! Não vamos fazer aquela velha piadinha: “três pra cada, é? Onde estão as minhas outras duas??!”. Não, queridos amigos do blog, não iremos fazer chalaça desse imbróglio. Esse é um assunto que requer muita atenção e seriedade. Os homens (e, principalmente, as mulheres) precisam entender que essa é uma questão de POLÍTICA SOCIAL.

A carência e a falta de sexo podem trazer múltiplos problemas para a nossa sociedade. Já reparou quando sua chefe fica meio estressada, começa a te passar tarefas sem sentido? O que você acha que pode ser? Sim, claro, podem ser muitas coisas (Ela pode, por exemplo, estar sob influência de uma queda na Bolsa de Valores... sim, pode!). Mas, segundo o IPACED (Instituto de Pesquisa A Culpa É Delas) esse tipo de comportamento alterado é causado pela falta de sexo em 91% dos casos. Veja, por exemplo, essa matéria da Reuters.

Vício em trabalho pode ser falta de sexo
Sem sexo, pessoas preferem trabalhar mais e fazer mais horas extras. http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0,,MUL82429-5603,00.html

Temos certeza de que vocês já repararam quando aquela chata do seu trabalho ou da sua faculdade chega na segunda-feira com um sorrisão estampado no rosto. Pisam no pé dela e ela nem liga. Furam fila na frente dela e ela continua sorrindo. Mas como pode? Numa situação dessas, era para a chatonilda explodir, armar barraco, começar a gritar. Mas, não, meus caros. Ela apenas sorri. Muito simples a explicação para esse caso: durante o final de semana, a moça fora alcançada pela Política Social do SEXO (PSS).

Não é difícil entender isso. O complicado é que algumas pessoas não compreendem que os homens têm um papel fundamental nessa política e precisam desempenhar suas funções com liberdade, para que esse exercício, quase que cívico, alcance a desenvoltura necessária, mitigando o mau humor alheio.

Por isso, nobres leitoras, o Blog A Culpa É Delas alerta para o preconceito e discriminação que muitos homens, verdadeiros AGENTES SOCIAIS, sofrem por parte de algumas mulheres. A partir de hoje, diante dessas explicações cientificamente embasadas, não os classifiquem mais com palavras de baixo calão. Em vez de chama-los de “galinhas”, “mulherengos”, dizer que não prestam, dizer que não valem nada só porque estão disseminando essa Política Social (coisa da mais alta importância), por favor, usem termos mais adequados. A Culpa É Delas sugere algumas frases para você utilizar no momento em que flagrar aquele antigo flerte com outra: (Escolham a melhor!)

(a) Fico impressionada com sua dedicação!
(b) A luta continua, companheiro!
(c) Não pare! Ainda há muito trabalho pela frente!
(d) Você me enche de orgulho! És incansável na batalha!
(e) Minha chefe precisa de você!


****
Pronto... a Política Social está explicada. Esperamos que ela se expanda e que em breve, nosso planeta tenha mais sorrisos, que as colegas-casca-grossas-do-trabalho suspirem mais, que as chefes, irmãs mais velhas, tias encalhadas fiquem mais leves, aprazíveis. Portanto, mulheres desse nosso Brasil, em nome de dias melhores jamais ofereçam qualquer tipo de obstrução à essa política social. Estamos tentado salvar o mundo! Se não conseguirmos, vocês sabem de quem será a culpa!

Em breve, algumas histórias sobre os bons resultados da PSS.

6 comentários:

Anônimo disse...

(a)
Eu já disse para o meu marido: Ele até pode arrumar uma amante mais ela vai ter que morar conosco e compartilhar nos "quefazeres" domésticos. Afinal, eu não vou ficar lavando e passando sozinha pra amante aproveitar só a parte boa.

Mary disse...

Meu Deus... onde me inscrevo para receber esse tipo de política social??? hahahahaha

maneirooo

abs artilheirosss

Repaulista disse...

Concordo com as duas companheiras! Inclusive a última frase já utilizo muito e acredito sim que essa política pode mudar o mundo... o detalhe é que eu quero entrar na fila mais de uma vez. Avante!

vanessa disse...

hahahahahaahahahahaaha...quando eu penso que já li de tudo...rs.... eu escolho a letra "c", rapazes,moços,senhores,ainda há muito trabalho pela frente.... só não esqueçam da camisinha tá?Depois de devidamente plstificados vcs podem desbravar terras em conflitos...é a luta pela PAZ.


rs

abraços

Anônimo disse...

Bela tentativa, mas...sei não...
Muito hormonio e pouco neuronio
Propaganda enganosa!!
kkkkkkkkkkk

Laura disse...

Letra A. Sem dúvida nenhuma!!