segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Que saudade...

O casalzinho dessa história estava saindo há poucos meses. Haviam se conhecido durante uma viagem no feriado da Semana Santa e passaram a se encontrar todo o final de semana. Iam ao cinema, praia, churrasco de amigos em comum. Apesar de a mocinha ser um pouco mais nova que o rapaz - ela estava terminando o segundo grau e ele já tinha acabado a faculdade -, tudo levava a crer que aquele seria um romance de novela.

Quando passavam dias sem se ver, trocavam juras de que a saudade era gigante, estarrecedora. Dedicado àquele romance, nosso artilheiro fazia de tudo para agradar a moça. Buscava-a na escola quando possível, ajudava a fazer o dever de casa, presenteava-a, cobria-a de elogios etc. A mocinha gostava...

Certa vez, o conceito de saudade ficou meio confuso, pelo menos para nosso amigo. Era uma sexta-feira e eles haviam marcado de ir ao cinema no final da tarde/início da noite. Por volta das 17h, ele ligou para ela para acertar os detalhes.

- Oi, querida, tudo bem?
- Oi, meu amor. Que saudade, onde você está?
- To em casa. Vamos ao cinema hoje?
- Vamos sim. To ansiosa e com muita saudade de você...
- Eu também. A gente pode se encontrar em uma hora, o que você acha?
- Acho ótimo. Você passa aqui em casa?
- Então... meu pai ainda não chegou com o carro... Se você quiser a gente pode se encontrar direto no cinema, eu vou de ônibus e te encontro lá... acho que meu pai só deve chegar umas oito da noite... O que você prefere fazer?
- É... faz o seguinte... quando seu pai chegar você me liga...


***
Peralá... e a saudade??? Onde foi parar a P@##$%#¨$% da saudade???

7 comentários:

Eu disse...

uahauhaauhauahauahau
saudades do carro ...

Estava Perdida no Mar disse...

Essa é mercenária mesmo. Ainda por cima é burra. Nem soube disfarçar.
Hahahaha

Trakinas disse...

eu nao sou canguru e vc não está na australia!

Nessa disse...

~hahahaahahaah~

ah meus queridos

a saudade é forte
mas a comodidade...hehheehe...

Tico disse...

elas são todas iguais...

hahahahaha

Ale disse...

hahaha..... fala sério, matar a saudade de carro é melhor que de ônibus!!!

Marco disse...

Rsrsrsrs... como diria o filósofo: "É melhor chorar dentro de uma BMW do que dentro de um fusquinha"...e outra: "Mulher gosta de dinheiro, quem gosta de p... é viado" KKKKKKKK. Haja saudade!!