quinta-feira, 13 de março de 2008

Docinho...

Amigos, queridas leitoras e inimigas do Blog, o “doce” é algo insuportável. Jogo de sedução é uma coisa e pode ser usado como tática de guerrilha amorosa, mas doce é a P#$#&$¨*#”@”!!!!!

Em pleno carnaval carioca, num bloco que tomou as ruas do Arco do Teles, no Centro da Cidade, um de nossos artilheiros deparou-se com o tal do “doce”.

O bloco já se preparava para entrar na reta final. Os músicos estavam agitando os instrumentos na altura da “Visconde alguma coisa”, que fica atrás do CCBB.

Ao olhar para trás, nosso amigo viu uma mocinha sendo agarrada por um ser musculoso e de camisa regata. Por um instante, pensou que estava vendo as braçadas de Rebeca Gusmão. Mas que nada, era um pitboy pescoçudo jogando os braços sobre a mocinha.

Nosso artilheiro parou, comprou uma cerveja no ambulante e ficou vendo a cena. O fortão puxava de um lado, puxava do outro, tentava beijar na base da força e a moça se abaixava. Lá se foram cinco minutos até que ele soltou os braços. Enfim, a moça estava livre!

Mas péra, péra, péra... O que será que ela fez?

(a) Correu desesperadamente
(b) Sentou na calçada e chorou
(c) Desmaiou
(d) Nenhuma dessas!

Acertou quem arriscou a opção (d).

Quando o fortão tirou os braços da pequena, ela colocou as duas mãos no peitoral do rapaz, deu um sorrisinho, uma leva alisada no material e fez aquela carinha de quem faz “doce”.

Não tardou e na tentativa seguinte, o fortão ganhou o que buscava: o beijo da mocinha.

***
Meninas, menos... menos...

Excesso de doce na idéia, corta o efeito do investimento...

Será que elas acham que o “doce” atrai paixão, relacionamento sério, vida conjugal?!

Vai entender, né?!

10 comentários:

Anônimo disse...

Mas isso eh o q mais acontece no nosso cotidiano, n sei pq isso só acontece com os musculosos ...com os ricos e milionários eu nunca vi isso acontecer...será q elas ficam com medo do cara realmente desistir e elas deixarem a chance do sonho das mães delas passarrrr?!?!?!?!?!?!?!?

fica a dúvida

Flavio disse...

Essa mulherada não sabe o que quer... se agarra, elas dizem não... se solta, elas querem... esse mundo tá lokooo!!! valeu, galera!!!

Anônimo disse...

Se beijar logo, vai ser taxada de fácil. Se não beijar, de metida/marrenta. E é aí que o doce entra, pra balancear. Mas isso é só insegurança. Quem é bem-resolvida e sabe o que quer não se importa c/ a opinião machista e idiota dos homens (pq vcs pensam assim SIM!)

p.s.: eu nãaaaao faço doce! É uma merda, irrita só de olhar!

Daniele disse...

Ahhhhhhhh um doce de leve (eu disse de leve) não faz mal a ninguém...se o cara quiser msm, vai correr atrás...
É o tal lema: quer? Então faça por merecer...risos

Brigadeirão disse...

Tbm não concordo. Doce aqui só eu..rs..

Anônimo disse...

Onde eu assino???? Essa mulherada fazendo doce não ta com nada!!!

Estava Perdida no Mar disse...

Acho que a Brigadeirão tá com tudo. Hahahahahahha

Diego Peixoto disse...

é isso aí, fala uma vez, duas no máximo, na terceira já parte pra outra...

quem gosta de doce é abelha!

abs primo!

Senhoritas XXX disse...

No caso desse casal o doce deu certo.
Eu acho que tem que ter um docinho sim senão perde a graça.
Lembrem-se que a paquera é parte importante do namoro.

Senhoritas XXX disse...

Tem novo post no blog
Se puder, me passa teu e-mail