segunda-feira, 27 de abril de 2009

Isso não se faz!

O objetivo da partida de futebol é marcar gol, vencer! O que não dá para entender é aquele pessoalzinho que gosta de zero a zero... gente que não faz questão de ver ou fazer a rede balançar. Sim, estamos falando de algumas mocinhas que andam por aí. Nosso craque da camisa 27 conheceu uma linda loirinha dia desses. O atacante ficou empolgado... sentia o cheiro do gol. Saiu com a mocinha duas vezes até que o assunto sobre "bola na rede" surgiu no terceiro encontro.

Morador da Zona Sul, nosso personagem foi encontrar a mocinha em um bar na Barra da Tijuca. Como não tem carro, recorreu ao transporte coletivo, o famoso busão, para chegar até a mocinha. Foi um jantar agradável, conversaram sobre muitos assuntos, trocram beijos ardentes até que chegou a hora de se despedir. Nosso matador, então, calçou as chuteiras:

- Por que a gente não dorme junto essa noite?
- Hoje não dá. Amanhã, depois que sairmos da boate a gente resolve isso...

O sorriso que ficou estampado no rosto do nosso personagem era tão vivo quanto ao de um menino de oito anos ao ganhar a camisa oficial do seu time do coração. Ansioso por aquele que seria um dos mais belos tentos de sua carreira, o artilheiro contou as horas para a próxima noite chegar.

Pois bem... era uma noite de sábado e nosso amigo levou a mocinha à uma boate no centro do Rio. Lá pelas tantas, ela quis ir embora. E o sorissão voltou ao rosto do craque. Afinal de contas, a sensação que ele teve era a mesma que tem a torcida, quando de pé, vê o atacante driblar o goleiro e partir livre para a rede... o grito de gol sai até antecipadamente, não é?!

É, mas nem tudo são títulos.

Quando deixaram a boate, nosso craque tocou no assunto:

- Vamos lá pra casa?
- Ah não... está tarde... hoje não...
- Ué?! mas você disse que hoje, depois da boate a gente...
- "Ai, artilheiro... esse tipo de coisa não se cobra", disse a mocinha, que minutos depois se despediu e foi embora sozinha.

***
Golpe sujo, não acham?!

Depois da promessa, ela simplesmente desmarcou a partidinha sob a frágil alegação de que "é tarde".

Pra completar, a sapeca ainda reforçou que "esse tipo de coisa não se cobra".

Opa... opa... que fique claro: esse tipo coisa, que partiu da mocinha, NÃO SE FAZ!

Depois reclamam, mas a Culpa É Delas!

6 comentários:

disse...

Melhor ser sincera logo de cara, pq fazer joguinho hj em dia só atrapalha.

Juninho disse...

Ih, artilheiros... elas vivem fazendo isso com a gente... prometem e nunca cumprem!!

Anônimo disse...

Vê, vc deve saber que é difícil ser sincera numa hora dessas... Nanda!

Anônimo disse...

Cu doce é uma merdaaaaaa!

Denis Kuck disse...

A menina está certa...é que nem beijo, não se pede, no máximo, se rouba. Você estão muito pouco românticos meninos. É preciso saber seduzir uma mulher!

Pat disse...

Eu faço! Homem tem que fazer por merecer... vocês não acham?!