segunda-feira, 13 de julho de 2009

A Lei Seca e o “balão”

A Lei Seca está parecendo um "destemido artilheiro da noite carioca”: tá pegando geral! E dia desses, a lei que proíbe que o motorista dirija após ingerir qualquer quantidade de álcool chegou ao miolo da Zona Norte do Rio, algo que o Camisa 11 jamais acreditou que aconteceria.

Pouco depois das 3h da manhã, nosso amigo voltava de um samba na Praça Mauá de ônibus e quase perto de casa notou a blitz: balões de ar no alto, sirenes ligadas, bafômetros etc.

Por coincidência, o ponto escolhido pelos policiais e agentes da prefeitura era ao lado da pracinha onde nosso atacante costuma comer um hambúrguer nas altas da madruga. Ao ver o tumulto, saltou do coletivo e foi comer seu tradicional “podrão” de fim de noite.

Depois de fazer seu pedido, o Camisa 11 notou que uma mocinha, que devorava um hambúrguer e um refrigerante, não parava de repetir a pergunta:

- “O que eu faço agora? O que eu faço agora?”, dizia a sapeca, baixinho.

- “Tá tudo bem, mocinha?”, indagou o Camisa 11.
- “Não. Eu fui parada na blitz da Lei Seca. E eu bebi à noite. Não sei o que eu faço agora”.

As barraquinhas ficavam uns 50 metros de onde acontecia a blitz. Assim que a moça foi parada pelos agentes, um motociclista tentou furar o cerco e um policial disparou um tiro pro alto. A confusão se estabeleceu. Assustada, a mocinha tratou de correr, deixando seu carro para trás.

- “Você bebeu pouco. Vai lá e faz o teste no bafômetro”, sugeriu uma pessoa que comia na barraquinha.
- “Não. Eu tenho medo. Vou perder a carteira”, disse a mocinha.
- “Olha... acho que você deveria deixar seu carro lá e ir pra casa. Eles vão rebocar, mas você se livra do teste e da possibilidade de ser presa”, sugeriu outra pessoa.
- “Será?”, pensou a danadinha.
- “É. Amanhã você tira o carro...”, completou.

Queridos leitores e inimigas do blog, uma rodinha de “eu acho” surgiu em volta da motorista. Todos, cheios de boa intenção, tentavam aconselhá-la. Mas aquela danada ainda tinha algo escondido.

- “Não sei o que fazer. Esse não é o principal problema”, disse a motorista, dando uma longa golada no refri.
- “Ainda tem mais problema?”, quis saber o Camisa 11.
- “Eu falei pro meu namorado que eu ia dormir e fui pro Olimpo com minhas amigas. Como vou explicar isso agora?”.

***
Jovens, jovens, que cenário triste pra mocinha. Ela deu um balão no namorado, um balão bem maior do que aquele que a Lei Seca exibe em suas operações, bebeu, dirigiu e foi pega. Seja lá qual tenha sido o desfecho da blitz e do namoro, a culpa foi dela! Todinha dela!

11 comentários:

Carlos Alberto disse...

Se f.... Mas essa ela mereceu!!

Diego Peixoto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Diego Peixoto disse...

hahahaha, safaeeeeenha!!

abs primo!!

Anônimo disse...

Eh isso q dá ficar fazendo as coisas escondidas...
mais vai saber o q ele fez p ela dexar enganar o namorado??!!
e vai saber se ele naum fez a msm coisa c ela...
Mais q isso naum eh certo naum eh!!

Anônimo disse...

Eh isso q dá ficar fazendo as coisas escondidas...
mais vai saber o q ele fez p ela enganar o namorado??!!
e vai saber se ele naum fez a msm coisa c ela...
Mais q isso naum eh certo naum eh!!

Bruno disse...

Vcs estão certos: A CULPA É DELAS!

Suzana disse...

Que coisa! Bem feito pra ela!!!!

Anônimo disse...

Uai, falou que foi dormir mas resolveu sair... SAir com as amigas agora é crime pior que dirigir bebado? Eu hein, cada hipocrisia...

Anônimo disse...

Essa aí já merecia ir presa só de ir pro Olimpo.

Pedro disse...

Se ela não estivesse no erro, não teria ficado preocupada com o namorado... Não vejo hipocrisia nisso!

Anônimo disse...

Meninosss....
Cadê o post de hj????
Hj eh dia do amigo e cade a irmandade de vcs homens????
Além disso o blog completa hj dois anos!!!!!
hauhauaauhau

Parabens....