segunda-feira, 28 de setembro de 2009

O craque e a ex-BBB!

O post de hoje narra um gol que um amigo e leitor do Blog, o Camisa 14, marcou há alguns anos. O bravo protagonista recebeu esse batismo em alusão ao número que o gênio holandês Johann Cruyff estampou às costas durante a Copa de 74. Ambos são craques e autores de jogadas inesquecíveis.

Pois bem, vocês bem sabem que tem mocinha que adora dizer que "o sonho de todo homem" é entrar numa partidinha com duas moças. Só que elas esquecem de um outro, não tão menos importante: o de faturar uma famosa.

E o nosso hábil Camisa 14, um craque da Zona Sul carioca, balançou as redes de uma danada que se acostumou com os flashes. Nosso jogador sacudiu uma ex-BBB. Sim, é verdade! Mas como o A Culpa É Delas não revela nome de ninguém, daremos apenas umas dicas: ela é loira (tinha os cabelos curtos na época do programa) e gostava de um tipo musical típico do Rio de Janeiro. Mas ela tinha um "jeitinho" tão especial, que por culpa dela, aquele acabou sendo apenas um "gol na raça"! Vocês vão entender!

Bem, vamos à história:

O artilheiro estava em um bar no Leme bebendo com mais quatro amigos quando avistou uma mesa com duas mulheres e um homem, todos ex-BBBs. A loira logo chamou a atenção do matador, uma espécie de conquistador intrépido e verdadeiro baloteiro do prazer.

Num ataque à moda antiga, ele pegou uma caneta, um pedaço de papel e fez um bilhetinho. Em seguida, pediu para o garçom entregar à danada.

As palavras surtiram efeito, talvez até mais do que era esperado. O garçom retornou à mesa do Camisa 14 e trouxe o seguinte recado:

- "Ela pediu para vocês sentarem lá com elas", disse o garçom, segurando o riso no canto da boca.

Vocês devem saber como é esse negócio de clima de BBB, né?! É emoção a flor da pele, amigos! Muita coisa pra viver em tão pouco tempo. Resumidamente, nossos amigos ficaram pouco mais de meia-hora à mesa com as ex-BBBs e logo estavam no apartamento da tal loira.

Um outro amigo do nosso craque faturou a outra ex-BBB. O restante ficou jogando conversa fora. Os hormônios dos atletas logo deram ao então silencioso apartamento um clima festivo. O Camisa 14 tava que tava. Partiu pra cima da mocinha com desenvoltura, deixando-a inebriada, perdidinha, tal qual o craque holandês fazia na década de 70.

Os corpos se separaram por uns segundos e a famosa foi na cozinha pegar uma cerveja. Em vez de voltar pro "rale e róla" no corredor, ela entrou na primeira porta à esquerda e, de lá, gritou pela presença do nosso artilheiro.

É aí, meus caros, que a gente comprova que (ai, ai, ai!) essas mocinhas são F@#$%¨&. Não importa se são ou não famosas, se são da Zona Sul ou da Zona Norte, pobres ou ricas... enfim...

Quando passou pela porta, nosso craque olhou a mocinha, que sentada ao vaso, fazia cara de tarada e, ao mesmo tempo, o tradicional número 1. Que desagradável!

- "Vem cá, lindão, que eu te quero agora. Chega mais perto", disse a ex-BBB, tascando a mão na lança do guerreiro brasileiro.

***
Cá entre nós: tudo tem seu tempo! Aquela era a primeira vez do casalzinho e... Tudo bem, que nada indicava que voltariam a se ver outra vez, mas tinha que ser desse jeito? Inimigas do blog, esse nosso discurso parece conservador demais ou apenas higiênico?! Hein, hein?!

Enfim... acontece que nosso amigo ficou constrangido com aquela mistura de necessidade fisiológica e física. Contudo, respirou fundo, pensou na luta pelo milésimo gol e começou os trabalhos. No peito e na raça!

Aquele poderia ter sido um golaço... ai, ai!

5 comentários:

Anônimo disse...

O artilheiro comeu a Tatiana, do BBB 5 (mto gostosa), ou a Tina, a doida do BBB2???? nooosssaaaaa!!!

Diego Peixoto disse...

é malandro, essa vida é muito doida..

abs primo!

Danielle Lima disse...

Higiênico, sim...Mas são ossos do ofício. Desde qdo BBB é povo com noção?

Junão disse...

o artilheiro se fez na tati funkeira, do BBB1 se não me engano, ahahahahahahahaha!

Guilherme Botelho disse...

Ha ha ha Ótima história Brunet!