terça-feira, 24 de novembro de 2009

Quando menos se espera...

Era mais um daqueles finais de tarde de uma terça-feira de muito calor no Rio de Janeiro. Depois da praia, a solução era parar para tomar um chope. E nosso protagonista da história de hoje, o bravo Camisa 14, rumou para um bar no Jardim Botânico, com mais dois amigos.

Papo vai, papo vem e nosso amigo avista uma mocinha solitária em uma mesa próxima. Craque na arte da azaração, ele iniciou, de forma incisiva, o contato visual com a moça.

Em determinado momento, levantou a tulipa na direção dela, como se propusesse um brinde. Era o ataque do artilheiro. E não é que a sapeca sorriu.

Feliz com a receptividade da danada, nosso Don Juan do Trópicos desviou o olhar, conversou mais um pouco com os amigos e tomou um gole do gélido líquido dourado. Dois minutos depois, bem ao seu estilo, escreveu algumas palavras no guardanapo e pediu que o garçom entregasse à mocinha.

Tirando pelo nome do post, vocês devem estar pensando: "Será que ele vai faturar a moça dessa forma? Afinal de contas, quando menos se espera..."

Acertamos? Mas, no caso, o título não se aplica a esse momento. Bola pra frente.

Não tardou e o garçom trouxe a boa notícia:

- Ela disse que se o senhor quiser, pode sentar lá com ela.

Ágil, nosso personagem logo se acomodou ao lado da bela morena de corpo torneado. Foram alguns minutos de elogios, sorrisos, carícias, até que rolou o primeiro beijo. Nosso matador ficou impressionado. A danada era impulsiva, cheia de vontade.

Sem delongas, ela fez aquela tão sonhada e almejada pergunta:

- Quer ir lá em casa? Moro aqui pertinho...

E nosso amigo foi com tudo. Ele não dava nada por aquele final de tarde, mas eis que surge uma chance de gol... e que gol!

Quando entrou no apartamento da sapequinha, ele notou algumas caixas de papelão e muitas coisas embrulhadas. Juntou uma coisa com a outra e logo pensou: -"Ela deve estar de mudança do Rio e eu sou uma espécie de despedida da cidade. Que maravilha".

É, caros leitores e inimigas do blog, mas quando menos se espera elas nos surpreendem.

Quando entrou no quarto da moça, notou uma foto na parede. Era ela, vestida de noiva, e abraçada a um carinha. Nosso amigo juntou uma coisa com a outra e pensou: "Caramba, ela, na verdade, acabou de se separar e eu estou participando da volta dela à vida da azaração... Maneiro".

Pois é, nobres leitores, mas quando menos se espera elas nos surpreendem.

- "Que foto é essa?", perguntou o jogador.

A moça olhou para a foto e beijou o craque mais uma vez.

- "Era seu marido?", continuou nosso amigo.

Toda-toda afim de jogo e partindo pra cima do atacante, ela, já sem roupa, soltou a pérola:

- "Na verdade, ele é o meu marido. Casamos no final de semana passado. Só que ele teve que viajar no dia seguinte a trabalho e me deixou no Rio. Fica tranquilo, ele só chega depois de amanhã" - sentenciou a sapeca.

***

Então, diz aí: quando menos se espera...

9 comentários:

Anônimo disse...

MEU DEUS! O mundo tá acabando... q isso!

Anônimo disse...

caramba, jovem... rs

Luana disse...

Afffe Maria. Juro que fico com vergonha do sexo feminino quando leio esse blog.
Porra, a cama mal esfriou e ela já tava levando outro pra lá?
Tem mulher que realmente não vale nada.
Adoro o blog, apesar de tudo =)
Beijo!

Anônimo disse...

espero que tenha usado camisinha, vadia mentirosa, espirito do mal, cao de buceta e saia

Anônimo disse...

hahahaa.. como já dizia o mestre Joseph Climber: "A vida é uma caixinha de surpresas"..

abs primo!

Binho disse...

às vezes fico com medo quando leio o blog...

Marcella disse...

Meujesusmariajosé!

Primeira vez no blog, primeiro texto lido e olha, não teve jeito, será o primeiro comentário tbém!
Geeeeeeente, que vadia!!!
Juro que eu tento entender qdo leio ou ouço por aí que fulano sofreu, virou cafa, puto e etc... e eu sempre acho tudo isso puta desculpa.
Mas aí eu leio um post desses e a ficha cai.

Stëphanie disse...

Ela é vagaba.
Mas diz aí. Quantos desses artilheiros já não fizeram o mesmo?

AAhAAA... Pergunta difícil né?

xD

Anônimo disse...

Nossa!!Qta criatividade pra inventar todas essas estórias...