quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

A dupla interpretação

Nem só de vitórias vivem nossos craques. Sim, também saímos sem o tão sonhado gol em algumas partidas, mas nem por isso deixamos de contá-las aos nossos leitores, e muito menos deixamos de acreditar que elas não sejam as culpadas.

Vejam só o que aconteceu com um artilheiro que comemorava o aniversário de sua prima numa casa de shows, na Lapa.

Assim que ficou sabendo do evento, nosso camisa 9 foi questionado por uma amiga sobre qual seria a 'boa do fds'. Ele convidou e ela aceitou, avisando: vou levar uma prima minha! "ótimo, tudo bem", falou.

No dia da festa, tudo corria muito bem, todos chegaram até o ponto de encontro, entraram na casa de shows com os nomes na lista e começaram a beber freneticamente. Os amigos do artilheiro (as duas meninas e mais um camarada), e a galera convidada da aniversariante. A casa não estava muito cheia e nosso artilheiro começou a rodear a prima da sua amiga. Musicas depois, o Homem-gol já estava aos beijos com a morena, de sorriso lindo.

Fim de noite e nosso atacante conseguiu convencer a moça, e a prima, de que poderia levá-la em casa. Tudo esquematizado! Já no carro, os beijos foram aumentando, até que na porta do prédio da moça, ela sugeriu:

"Não para o carro aqui não, fica ali que não tem muito movimento". Como o nível alcoólico do artilheiro não era dos melhores (NÃO, A LEI SECA AINDA NÃO EXISTIA), ele aceitou a ordem e deu partida no carro.

Assim que estacionou ele partiu para cima da mocinha e, num ato de insanidade, abaixou as calças! hahahaha. Ela, no desespero, só teve tempo de gritar. "O que é isso? Guarda isso. Vou embora!".

E nosso matador tinha lá que adivinhar que o carro parado na frente do prédio da menina atrapalharia o trânsito de uma das principais ruas do Flamengo?

4 comentários:

Marcella B. disse...

Afff!

Pergunta: Janeiro não tem sido um mês inspirador, certo?

Artilheiro disse...

Errado, Marcella! Tem sido sim, só que para fazer samba.. já ganhamos um e estamos na disputa de outro!

Um abraço!

Anônimo disse...

Ih... acho que a Marcella é quem estava dentro desse carro, hein! hahahahaha

Pedro disse...

Po.. a moça pediu pra parar. O artilheiro apenas seguiu a regra!! Quem entende essas mulheres????

Valeu ACED