quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

A perguntinha

Caros leitores, amigos e inimigas do blog, o A Culpa É Delas volta de suas férias cheio de novas histórias e com uma novidade, que em breve revelaremos.

Dia desses, uma amiga do blog testemunhou uma conversa entre dois amigos, durante uma almoço, em um restaurante da movimentada Copacabana.

Os craques entre 27 e 30 anos conversavam sobre a vida, futebol e acabaram entrando naquele assunto: mulher.

Um deles quis saber como estava o romance do amigo com a Fulaninhas, uma danada que ele conheceram há cerca de um mês. A pergunta do atleta, no entanto, desencadeou uma certa onda de desconforto na mesa.

- Po, meu amigo. Que decepção com essa aí...
- É mesmo?
- Essas mulheres, cara. Não sei o que elas têm na cabeça!
- O que foi dessa vez?
- Mermão, nesse final de semana era a terceira vez que eu estava saindo com ela, sabe? A gente ainda estava se conhecendo direito e ela me vem com uma pergunta...
- Que pergunta, camarada? Diz aí..
- Na maior cara de pau, ela me perguntou: "Quando você vai mudar de carro?"

***
Fiéis leitores e destemidos artilheiros do século XXI, sabemos que muitos de vocês já passaram por isso também. Algumas moças tem verdadeira atração por carros. Elas dizem, inclusive, que alguns homens ficam mais bonitos se estão dentro de uma BMW.

Mas, mocinhas, cá entre nós, por que vocês fazem isso?

Notando o tipo de interesse que a mocinha tinha, o artilheiro, claro, nunca mais a procurou.

9 comentários:

Suzana disse...

Acho normal ela se preocupar com isso.. ninguém gosta de andar de ônibus!

Amanda disse...

Aaahh.. ela que compre seu próprio carro então!

Nisde disse...

Tem artilheiro que de príncipe virou sapo por causa disso...

Sandro disse...

Ô, suzana pq vc não compra o seu carro? e se preocupa com o seu??

Jéssica disse...

Lamentável!!! Eu sempre fui a parte "motorista" dos meus namoros (ok, já estou revendo isso! rs)...

Bruno disse...

Nâo, Jéssica!! Não reveja isso... seja independente!

Janice disse...

Jéssica, reveja mesmo.
Eu também sempre era a motorista, cansei!!! vamos ponderar.
A relação tem que ser harmoniosa, compartilhada, com cumplicidade...
A fulaninha sem-noção era uma interesseira nata.
Suzana, o cara já tinha carro, ela queria saber quando ele ia trocar, pois não devia estar satisfeita com o modelo...isso é demais, que ela compre o modelo que deseja e saia sozinha...rsrs...

Marco Moreira disse...

Amigos e inimigas do Blog, escutem essa: há uns 15 anos, um amigo meu, bem-sucedido demais, tinha um Ford Mustang, carro lindo, caríssimo, super esportivo... Em um belo dia, o carro estava na oficina e ele foi na casa da namorada com um gol, do pai. Quando a gata viu o golzinho nem deu boa noite ao rapaz. E já foi indagando: Cadê seu carro? Ao ouvir a resposta ela desmarcou o cinema, brigou com ele e, revoltada, foi dormir!Acreditem, a estória é verdadeira. Há testemunhas... ACED!

Anônimo disse...

Eu também tenho amigos que quando querem sair pra azarar saem com o carro do pai,por este ser melhor que o seu. Alguns que te encontram numa festa e já começam logo a dizer que estão de carro...Eu não me importo,mas eles acham que eu tenho que admirar o carro deles.É que nem mulher que só sabe empinar o rabo,cada um mostra as qualidades que tem né? no caso dos homens é o carro.