quarta-feira, 7 de abril de 2010

Dá pra entender?

Outrora já publicamos aqui uma dica que deve ser usada para algumas mocinhas: "não tente entender, decore". Cada uma age de um jeito e elas esperam que atuemos do mesmo ou de outro... ou coisa que o valha. Pois bem, inimigas do blog, essas eu quero ver vocês explicarem. Os amigos do blog também podem ajudar.

Um craque das quatro linhas do amor estava há tempos com uma mocinha. Ela era ciumenta e até certo ponto o jogador gostava disso. Era sinal de que ela se importava com a relação.. enfim!

Os artilheiros do A Culpa É Delas entendem as pequenas doses de ciúme. Mas se passar dos limites, é melhor mudar o rumo da prosa e o caminho do coração. Do ciúme pra loucura, caros leitores, é um pulo... um pulinho!

Vejam o que aconteceu com o atacante. Ele estava na casa da mocinha, curtindo um clima intimista. O casal havia acabado de assistir um filme e conversavam sobre o que eles fariam mais tarde: poderiam ir a um samba, sair pra jantar, comer em casa e ver outro filme etc.

Em determinado momento, o telefone do craque tocou. Ele olhou o número e como não o conhecia resolveu não atender. Afinal de contas, estava ali com a mocinha, feliz, curtinho o chamado "love". Mas a decisão do craque, mal ele sabia, gerou uma reação incompreensível na danada:

- Não vai atender?
- Não.
- Por quê?
- Por nada. Não conheço o número, sei lá... Não deu vontade de atender...
- Você não conhece o número ou, simplesmente, não o tem anotado na sua agenda?
- Que isso, mocinha? O que você está insinuando?
- Não atendeu porque era uma de suas amiguinhas?

O craque ficou indignado (Detalhe: não era namoro, os dois apenas saíam há tempos) e pensando: "antes tivesse atendido e passasse horas ao telefone com algum amigo ou amiga". Se bem que se soubesse que a mocinha reagiria daquela forma, mesmo que fosse um desconhecido, o craque iria puxar um assunto. Sei lá... perguntar o que a pessoa achou da premiação do Oscar! Vocês vão concordar: qualquer coisa é melhor do que ser acusado daquela forma!

A discussão continuou por minutos e minutos, já o clima morreu naqueles segundos. Será que vocês conseguem adivinhar o desfecho da história?

(a) A mocinha sustentou até o final que estava sendo traída e o 'namorico' terminou.
(b) A mocinha pediu desculpas, disse estar insegura, e o craque a perdoou.
(c) Ela retornou a ligação e descobriu que o número era do trabalho de um amigo dele.
(d) O craque contornou a situação, saiu com a moça mais uma vez e acabou com a relação semanas depois.

***
Mande sugestões, desabafos e histórias para aculpaedelas@gmail.com

Siga o ACED no twitter, onde sempre anunciamos as boas e quando o blog é atualizado: Aculpa_delas

10 comentários:

Paula disse...

Ai meninos. Acho que a letra B.
Beijos

Livia disse...

Acho que é a letra D. Mas meninos... poxa, dá um desconto, imagina quanos cafas ela conheceu, deve ser trauma, tadinha.

Prof. Jorge Jacoh disse...

Ciúme eh que nem pimenta:

um poquinho alegra a comida,
um pouco a mais só os tolerantes aguentam,
e no dos outros é refresco...

rsrsrs
JJ

Lukasprozin disse...

Deve ser A, se eles nem tinham um relacionamento firmado e ela agiu desta forma, ele deve ter pensado,"se eu namorar essa garota vou viver quase que numa cadeia". Galera do ACED, parabens pro cÊs!!!

Lúcia disse...

Opção B. Eu acredito no amor e no perdão!

camila disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
camila disse...

Concerteza a (D) Sem sombra de duvidas rsrs *

Manu é ela... disse...

O cara não atendeu... alguma coisa tinha... a mocinha se livrou do "bola murcha" e com certeza agora está com alguém mais legal... hauhauhauah

Samara Tonin disse...

Antes da minha solteirice poderia dizer que a resposta para a enquete seria a letra b, mas diante das situaçoes atuais e meus novos causos posso dizer com propriedade que mulher que muito desconfia e pega no pé acaba sozinha... isso p mim é fato mais que comprovado agora na minha condição de solteirice... entao voto na letra A.
Bjos a equipe e adorei ler os causos... pena que os meus que já estao no capitulo XXI não possam ser publicados assim num blog...

Bolotinhaa disse...

Acho que é a letra A. Mulher louca mesmo sustenta a loucura até o final. É coisa do feeling da loucura que um homem nunca entenderá. Ela sabe q ele não atendeu pq poderia ser outra no fundo... rs. E se ia acabar de qualquer maneira, é melhor ser louca e fingir que ainda tava certa! hahaha