sexta-feira, 3 de junho de 2011

A fugitiva

Não sabemos dizer ao certo o porquê, mas as partidas casuais ainda são um tabu na nossa sociedade. Acreditem, até mesmo entre algumas mocinhas de 20 e poucos anos.

Vejam o que aconteceu com o admirado Camisa 27 dia desses, na Casa Rosa, na Zona Sul do Rio. Lá pelas tantas, apesar de estar acompanhado por um grupo de amigos, ele resolveu dar um giro sozinho pelo recinto. Quando se dirigia ao segundo ambiente da casa, o quartinho de funk que tem nos fundos, deparou-se com uma bela mocinha parada na escada.

- “É ela”, pensou o artilheiro.

Subiu um degrau, riu pra mocinha e se apresentou. Começaram a conversar e ele quis saber um pouco mais sobre seu alvo.

Foram ao salão principal e... bimpa! Começaram a trocar beijos e carinhos. Devido à vontade que a mocinha deixava transparecer, nosso craque logo previu que a noite lhe reservava uma grande partida, só não imaginava que seria preciso um drible daqueles. Vocês vão entender!

A mocinha estava acompanhada da irmã e umas amigas, um grupinho que se mostrava contrário às “partidinhas casuais-amistosas-semcompromisso”.

Pois bem, a festa já estava no fim e nosso artilheiro, bastante interado com sua conquista, convidou-a para dormir em sua casa.

- “Ai, eu quero ir mas...”, disse ela.

- “Mas o quê?. Vamos pegar um táxi e ir lá para casa”, reforçou o convite.

O problema, caros leitores, era que a irmã da mocinha marcava em cima. Era um zagueirão e não gostava que suas amigas e a irmã se aventurassem em braços alheios. O matador ficou pensando no que fazer, mas o plano foi da própria moça.

- “Faz o seguinte: vai lá pra fora. Vou dizer que vou ao banheiro e já te encontro na porta”, propôs a danada.


***

O que foi marcado, foi feito. E a mocinha da história teve que fugir da irmã para cair nos braços do nosso Camisa 27. Mais um gol brasileiro!

Mocinhas, será que preciso disso tudo?! Ai, ai!






(Essa história faz parte do livro A Culpa É Delas, lançado pela editora Multifoco)

3 comentários:

Pedro disse...

Boa, lek!

Anônimo disse...

Algumas fazem de tudo para não perder a noite, né?! aposto que as outras eram barangas, daquelas q ninguem olha na noitada... mulher rancorosa é ruuiimmmm demais, nego!!

Denis disse...

Esse camisa 27 deve ser um gostosão!